Implantes Dentários O que são e quais as suas indicações

Implantes Dentários: O que são e quais as suas indicações?

O uso de implantes dentários têm virado rotina do cirurgião dentista, em geral, na reabilitação de dentes – tanto esteticamente quanto, também, funcional. Seus componentes são desenvolvidos com estruturas de metais, especialmente o titânio, que cumprem a função de substituir a raiz do dente original, com fixação direta no osso do maxilar. 

Procedimentos deste tipo fazem parte da rotina do dentista, uma vez que aproximadamente 1 milhão de implantes dentários são realizados no Brasil por ano. A fixação de um implante é um fator presente na vida de um profissional da área e todo tipo de dúvidas a respeito do procedimento devem ser sanadas de maneira suficiente. Vale mencionar que, mesmo comum, há ainda fatores decisivos e importantes sobre como realizar um bom implante. 

O que são os implantes dentários?

Implantes dentários são componentes instalados no qual a sua estrutura visa substituir a raiz do dente após ser colocada no osso para que a prótese seja instalada. Essa estrutura é similar a um pino, feito geralmente de titânio, com um encaixe criado para receber uma prótese dentária de maneira segura e bem firme. 

O que são os implantes dentários
Fonte/Reprodução: original

Feitos para serem permanentes, os implantes dentários costumam ser bem resistentes e, para isso, precisam ser bem encaixados. Não à toa, é utilizado titânio na sua fixação, um metal conhecido por ser extremamente resistente, além de ser compatível com o corpo e não desencadear respostas biológicas como inflamações. 

Todo implante deve ser seguro, descontaminado, feito de um material que não enferruja ou se desgasta com o tempo. Também requer materiais fundamentais durante sua instalação, como um grude de qualidade, ferramentas odontológicas e conhecimento técnico do dentista. 

Para que servem os implantes dentários?

Os implantes são instalados para substituir a raiz do dente, por isso, ficam abaixo da prótese definitiva e são colocados diretamente no osso. Todas as suas qualidades, como alta resistência, compatibilidade com o corpo, durabilidade e outros aspectos técnicos são pensados para garantir sua longa e definitiva permanência.  

Quais são as principais indicações dos implantes dentários?

A colocação do implante é indicada sempre que houver a necessidade de colocar uma prótese definitiva no paciente devido à perda dentária. Certas fraturas, como a quebra de uma parcela do dente onde há possibilidade de realizar uma restauração, de maneira alguma necessita que um implante dentário seja colocado. 

Porém, se uma situação envolver a extração completa do dente, haverá necessidade de substituir sua raiz e então entrar com a fixação de um implante dentário. É neste caso onde o implante é recomendado e indicado sempre que houver a troca do dente por completo ou sua extração. 

Mas é necessário sempre aplicar uma análise individual de cada caso, pois as recomendações gerais servem apenas para orientar o profissional dentista. Durante a sua análise é que será feito a avaliação se há ou não necessidade de instalar um implante dentário. 

Contra-indicações

Dentre as contra-indicações que impedem a colocação de implantes dentários, estão associados os episódios onde não há necessidade ou, até mesmo, onde envolvem riscos à saúde do paciente. Por isso, é preciso realizar uma análise caso a caso de todos os pacientes para fixar o implante – veja as principais contra-indicações:

  • Tabagismo;
  • Falta de espaço; 
  • Má higienização;
  • Diabete não controlada;
  • Tumores;
  • Osteoporose;
  • Idade. 

Quando o paciente é fumante, é necessário realizar um jejum de cigarros durante todo o processo de cicatrização, este é o mesmo motivo que o implante não deve ser realizado em pessoas com diabete não controlada, pois ambos atrapalham a cicatrização. A má higienização também é um fator de risco e pode propiciar uma infecção no local, e tumores devem ser retirados e tratados antes do procedimento cirúrgico. 

Pela osteoporose atacar os ossos do paciente, os implantes dentários não podem ser fixados. E ainda sobre os ossos, a idade do paciente é importante, pois o mesmo pode estar em fase de crescimento e tornar o procedimento indevido. Por todos esses motivos o cirurgião dentista deve analisar o caso do paciente com cuidado, além de tomar todas as providências para que o procedimento seja perfeito. 

Benefícios da instalação de implantes dentários

Colocar implantes dentários é um bem e traz benefícios diretos para a saúde e autoestima do paciente. Ter dentes saudáveis ou próteses bem colocadas é ótimo, pois funciona como a solução definitiva para qualquer problema com o dente extraído ou trocado, já que uma vez fixado o implante pode durar para sempre.

Convém lembrar que para participar de todos os benefícios de um implante dentário bem colocado é essencial buscar o auxílio de um profissional capaz e competente, que com todos os cuidados necessários garante os seguintes ganhos com o procedimento: 

  • Prótese perfeita, definitiva e resistente;
  • Ganho na autoestima do paciente; 
  • Promove o bem-estar; 
  • Mastigação adequada;
  • Melhora da fala. 

Esses são os principais benefícios associados a um implante bem feito, o que mostra como este procedimento é fundamental e essencial para toda área odontológica. Desde que instalado de maneira correta, este é um item que só traz ganhos com poucos riscos aos pacientes. 

Tipos de Implantes dentários

Há vários tipos de implantes dentários, como individuais e múltiplos, e embora todos eles sirvam para substituir a raiz do dente e ser a base para próteses definitivas, essas diferenças servem para solucionar o problema de cada paciente. Mais uma vez a consulta e parecer do especialista é fundamental. 

Tipos de Implantes dentários
Fonte/Reprodução: original

Cada um dos tipos de implantes são considerados de acordo com o que o especialista cirurgião analisa do paciente e suas possíveis necessidades. Veja abaixo os 4 principais e suas diferenças e semelhanças, e como cada um contribui para uma prótese bem feita. 

Implante unitário

De todos os tipos, o implante unitário é o mais simples e fácil de fixar, tanto que muitos cirurgiões realizam a exodontia do dente e já instalam o implante durante o mesmo procedimento. Este implante substitui apenas um dente e pode ser instalado mais de um no mesmo paciente quando há necessidade de múltiplas próteses. 

Há, ainda, outros implantes que podem permitir a instalação de mais uma prótese definitiva, mas vale ressaltar que só funciona quando há extração ou perda de dentes vizinhos. Esse tipo de implante pode ser duplo ou triplo, respectivamente, para dois ou três dentes. 

Carga Imediata

O implante de carga imediata é semelhante ao unitário, e neste caso é instalado durante o procedimento de extração do dente original. Há a possibilidade da prótese ser provisória, o que garante que o paciente não fique sem nenhum dente durante o processo de osseointegração, enquanto seu osso se ajusta ao implante. 

Protocolo Fixo

Se um paciente perdeu vários dentes fica inviável e dificulta sua recuperação realizar inúmeros implantes individuais, por isso o protocolo fixo existe onde várias próteses utilizam a mesma base. Neste caso, uma gengiva artificial é colocada por cima de uma barra de ferro que cobre a arcada dentária das próteses. 

Os dentes são instalados e substituídos por uma prótese ao mesmo tempo, sem a necessidade de inúmeros implantes. É uma forma de substituir a falta dos dentes e ainda garantir o sorriso natural. 

Overdenture

O modelo overdenture também existe para a instalação de múltiplas próteses que substituem mais de um dente perdido. Ela pode ser removível, porém, garante todo o conforto ao paciente, e pode ser tanto para dentes superiores quanto para a parte inferior e traz muito conforto e segurança. 

Esses são os principais implantes dentários, e para entender mais sobre cada um deles e os procedimentos odontológicos em geral, fique por dentro das novidades da RevisaBuco e seus cursos. Com o curso, você entenderá muito mais sobre como funciona a fixação de implantes e outros procedimentos essenciais para a sua prova de residência!